Novos processadores Core i5 e i7, ‘top’ para games, chegam ao mercado

A Intel lançou a sexta geração de seus processadores Core i nesta quarta-feira (5). Durante a Gamescom, feira de games realizada na Alemanha, a gigante dos semicondutores apresentou os novos Core i5 6600K e Core i7 6700K. Ambos fazem parte da nova arquitetura Skylake, que usa processo de manufatura de 14 nanômetros e são voltados para máxima performance, garantindo aos usuários suporte a overclocks (assim como todos os processadores Intel com a letra K no nome).

Nos próximos dias, Intel vai liberar mais informações sobre a arquitetura e anunciar o lançamento das outras versões dos Core i Skylake (Foto: Divulgação/Intel)

Mesmo quem decidir se contentar com o desempenho de fábrica não terá do que se queixar. Ambos quad-core, os processadores usam clocks bastante elevados em suas configurações padrão. O Core i5 pulsa a 3.5 GHz, enquanto que o irmão mais poderoso roda a 4 GHz. Vale lembrar que esses novos processadores funcionam com um novo soquete, o LGA1151.

Em relação à família anterior de processadores da Intel, a Broadwell, os saltos de performance são bastante relevantes, embora a comparação não seja justa, já que a arquitetura anterior tinha mais foco em eficiência energética do que em performance bruta.

Mesmo quem decidir se contentar com o desempenho de fábrica não terá do que se queixar. Ambos quad-core, os processadores usam clocks bastante elevados em suas configurações padrão. O Core i5 pulsa a 3.5 GHz, enquanto que o irmão mais poderoso roda a 4 GHz. Vale lembrar que esses novos processadores funcionam com um novo soquete, o LGA1151.

Em relação à família anterior de processadores da Intel, a Broadwell, os saltos de performance são bastante relevantes, embora a comparação não seja justa, já que a arquitetura anterior tinha mais foco em eficiência energética do que em performance bruta.

Em todo caso, vale lembrar que essa margem, que parece pequena, pode ser ampliada sensivelmente em situações de aceleração do hardware. Relatos de testes iniciais dos novos processadores mostram que, com relativa facilidade, é possível fazer os novos Core i Skylake rodarem a 5 GHz. Outras vantagens evidentes estão nas GPUs Iris, embarcadas nos processadores, e que representam uma evolução considerável perante as versões anteriores.

A chegada da nova geração dos processadores da Intel veio acompanhada do novo chipset Z170, desenvolvido para dar suporte aos Skylake. O grande destaque da nova plataforma é o suporte nativo ao padrão DDR4 de memória RAM, algo que deve contribuir sensivelmente para a popularização das novas memórias, favorecendo a redução de preço dos módulos atuais. Entre outros aprimoramentos, o chipset agora suporta 10 portas USB 3.0.

Já disponíveis em alguns países, os processadores estão sendo comercializados por preços que giram na casa dos US$ 243 (R$ 848, em conversão direta) para o i5 e US$ 350 (R$ 1222) para o i7.

Via Intel, WCCFTech e Extreme Tech

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s